Shop Mobile More Submit  Join Login
.

Escolher ignorar a realidade
é convidar a loucura a bater-te à porta
servir-lhe um café, um prato de sopa
água
para que sacie a sua vampírica fome
drenando-te do que te compõe
ao mesmo tempo
consumindo cada ínfima percentagem de quem és
o que és
e ainda lhe ofereces sobremesa
sabendo que é preferível aceitar a loucura
à pujente facada diária aplicada pela sapiência
porque o mundo é vasto
quase tanto quanto a injustiça a corrupção a crueldade
e tu és só um
só um homem
somente um homem
fraco, gordo, apático, inerte, derrotado
pelas vicissitudes da vida
uma que não escolheste nem pediste
mas que podes escolher ignorar
para que não chores todos os dias em silêncio

.


Pedro Alves
.
:iconsumarlegur:
sumarlegur Featured By Owner Jul 12, 2014  Hobbyist General Artist
este poema tanto pode ter uma vertente bastante negativa (pelas descrições que se assemelham a alguém a conformar-se a algo mau), como positiva, espécie de go with the flow. no entanto parece-me que foi mais a primeira que adoptaste.
Reply
:iconcarneviva:
carneviva Featured By Owner Jul 13, 2014  Hobbyist Writer
Sim, é verdade. Mas creio que tendencialmente seja essa a vertente que é mais ou menos constante naquilo que escrevo. Mas já dizia um senhor músico "I always find the saddest music to be the most beautiful".
Reply
Add a Comment:
 
×

:iconcarneviva: More from carneviva



More from DeviantArt



Details

Submitted on
June 29, 2014
Link
Thumb

Stats

Views
68
Favourites
1 (who?)
Comments
2

License

Creative Commons License
Some rights reserved. This work is licensed under a
Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 License.
×